Que compositores são pilares da música brasileira? Lenine

pilares da música brasileira
Cursos Técnicos

Pilares da música brasileira – Lenine – surpreendentemente para mim, ouvir ecoar na obra de tantos artistas um compositor relativamente  jovem, se comparado aos demais que aqui estarão. Lenine ainda está em construção de sua obra. E isso me parece magnífico.

Lenine é um compositor brasileiro nascido em 2 de fevereiro de 1959, completando 60 anos em 2019. Ele tem uma obra que chega a quinhentas canções, há coisas para sua discografia e na voz dos principais intérpretes da música brasileira. Ele nasceu em Recife, Pernambuco, estado do nordeste brasileiro.

Seu estilo composicional está ligado a uma influência do rock inglês e norte-americano, elevado ao mais rítmico e lírico da música brasileira.

https://youtu.be/G_O-8jCtSIE

Seu trabalho hoje ressoa plenamente com uma geração de compositores em seus vinte e trinta e poucos anos, como dito. Quanto ao lirismo, organização harmoniosa dos acordes, estrutura composicional … É um compositor que influencia diretamente o mercado fonográfico brasileiro.

Interessante é, sem dúvida, o disco que ele compartilha com o percussionista Marcos Suzano, que levantou a prática da percussão brasileira, aderindo a ritmos e outras estratégias para a execução do pandeiro, por exemplo.

https://youtu.be/sKExB58S598

O texto de Lenine é claro e poético.

O violão usa estruturas de baixo combinando as arestas da guitarra, e de maneira própria. Estruturas inusitadas que ressoam na obra dessa nova geração de artistas brasileiros. É o mais jovem entre os artistas considerados pilares da música brasileira, mas que se consolidou como protagonista em trinta anos de obras publicadas. Acordes com sonoridade grave.

Desse modo inovador, o som de Lenine se proliferou entre os jovens compositores, e arrebatou ao menos uma dúzia de bons compositores que se aproximam muitíssimo de seu estilo composicional. Talvez de maneira até inconsciente. Mas isso já faz com que considere o Lenine como um pilar dessa nova música brasileira, uma MPB mais próxima da indústria fonográfica, do que aquela que está segregada as beiradas da indústria.

Composições: Jack Soul Brasileiro, Paciência, É o que me interessa, Miedo, O silêncio das Estrelas.

https://youtu.be/iVcVS1OPWR8

Pós Graduação
Previous articlePollaco Oliva – Entrevista sobre a prática da música brasileira.
Next articleQuais são as características do educador musical brasileiro?
Eu sou o Professor João Marcondes! Apaixonado por música e educação musical. Sou compositor e instrumentista com muita coisa publicada. Sou coordenador pedagógico dos programas Composição Popular - Letra e Musica, do Preparatório para Vestibular de Música (extensivo, semi-intensivo e intensivo), do Curso Técnico em Processos Fonográficos - Produção Musical, e da Pós-Graduação em Educação Musical da Faculdade e Conservatório Souza Lima - cursos que ocorrem na unidade Paraíso. Também coordeno programas livres como Arranjo para pequenos agrupamentos, Arranjo para agrupamentos médios, Composição Instrumental. E coordeno as unidades Moema e Alphaville desde 2010. Também atuo na instituição em tarefas administrativas, e sou diretor da editora Souza Lima. Sou autor do BLOG Souza Lima e do BLOG Souza Lima - Magazine Luiza! Meus livros e métodos estão publicados no KINDLE - Amazon em parceria com a Editora Souza Lima. E também de maneira impressa. Sou educador Musical, compositor, arranjador e instrumentista. Mestre em Educação Arte e História da Cultura, especializado em docência em música brasileira, graduado e técnico em música. Minhas composições e obras fonográficas estão disponíveis para audição no Spotify, Deezer e iTunes Music. Sou diretor e fundador da gravadora BAC Discos! Que lançou diversos artistas atuantes hoje na música brasileira. Conheça em www.bacdiscos.com/ Segue meu instagram; https://www.instagram.com/joaomarcondesoficial/