Em que país ser músico é mais valorizado?

em qual país ser músico
Cursos Técnicos

“Em que país ser músico é mais valorizado?” é daquelas perguntas complicadas de responder.

Em uma postagem que gerou certa polêmica, afirmei: “Eu posso cuidar de uma pessoa doente, sabendo mais ou menos o que fazer para tratar uma febre, certa gripe, uma dor de cabeça, e não saio por aí dizendo que sou médico”. E nem por menos, como alguns ainda procuram na justificativa não me considero “médico amador”.

Me segue no instagram! @joaomarcondesoficial

Em nenhum outro país que visitei ouvi de quem possui qualquer grau em um instrumento, e apenas por hobby, afirmar: Eu também sou músico.

Parece brincadeira, mas escuto ao menos uma vez por mês no Brasil. Nem por falar, nem por se considerar músico. Nem amador, nem profissional.

Músico é quem atua nas atividades profissionais da área. Sendo remunerado.

Não estamos falando de quem é formado. Em todas as áreas inclusive na saúde, temos curandeiros, parteiras, que fornecem solução e até cura, prestando grande serviço pra sociedade. Não possuem formação em medicina, fato. Não são médicos, e não querem ser.

Nivelar por alto, ou por baixo, quem é músico só vi no Brasil. Mas isso não faz que sejamos mais ou menos valorizados. Há ainda incompreensão sobre o que o músico faz.

Ser valorizado como músico é ter uma renda consolidada?

Se sim, no Brasil músicos recebem salários muito acima da média nacional – R$2100,00 em 2017. E alguns que chegam a receber salários no nível de médicos e advogados bem-sucedidos.

Fora do Brasil o quadro é idêntico.

Ser valorizado como músico depende do quanto você se dedica. Quanto a formação livre, formação universitária – graduação, pós-graduação, mestrado, doutorado -, representatividade artística, produção, empreendedorismo.

Quanto você vai se dedicar?

Fora do Brasil o quadro é idêntico.

Ser valorizado como músico é possuir bens? Sustentar a família? 

A área de atuação do músico cresce a cada dia no Brasil. Sustentamos famílias através da música, formamos filhos. E muitos tem conseguido ascender em suas áreas, consolidando bens materiais.

Ser valorizado é possuir carteira assinada?

Se sim, temos também, embora grande parte dos músicos prefira se manter autônoma, há concursos públicos e trabalho regulamentado dentro da CLT para instrumentistas, educadores, regentes, produtores…

Fora do Brasil, por exemplo, nos Estados Unidos há mais áreas consolidadas para atuação do músico. Por exemplo, para um compositor a área de criação em trilha sonora, se produz mais, se valoriza mais a criação áudio-visual, para tal remunera-se melhor.

A profissão do músico cresce a cada dia. E valor designamos perante o quanto tempo investimos.

Muito depende de você.

Essa postagem é fruto de uma questão de nossos leitores. Fruto da nossa experiência e parcerias internacionais. Entre no site e saiba quais!

#VemProSouzaLima

Publicado em 21 de junho, ampliado e revisado em 19 de outubro de 2021.

 

Pós Graduação
Previous articleO que são sinais de abreviação em música?
Next articleO que é Fita Cassete?
Eu sou o Professor João Marcondes! Apaixonado por música e educação musical. Sou compositor e instrumentista com muita coisa publicada. Sou coordenador pedagógico dos programas Composição Popular - Letra e Musica, do Preparatório para Vestibular de Música (extensivo, semi-intensivo e intensivo), do Curso Técnico em Processos Fonográficos - Produção Musical, e da Pós-Graduação em Educação Musical da Faculdade e Conservatório Souza Lima - cursos que ocorrem na unidade Paraíso. Também coordeno programas livres como Arranjo para pequenos agrupamentos, Arranjo para agrupamentos médios, Composição Instrumental. E coordeno as unidades Moema e Alphaville desde 2010. Também atuo na instituição em tarefas administrativas, e sou diretor da editora Souza Lima. Sou autor do BLOG Souza Lima e do BLOG Souza Lima - Magazine Luiza! Meus livros e métodos estão publicados no KINDLE - Amazon em parceria com a Editora Souza Lima. E também de maneira impressa. Sou educador Musical, compositor, arranjador e instrumentista. Mestre em Educação Arte e História da Cultura, especializado em docência em música brasileira, graduado e técnico em música. Minhas composições e obras fonográficas estão disponíveis para audição no Spotify, Deezer e iTunes Music. Sou diretor e fundador da gravadora BAC Discos! Que lançou diversos artistas atuantes hoje na música brasileira. Conheça em www.bacdiscos.com/ Segue meu instagram; https://www.instagram.com/joaomarcondesoficial/